quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Breve comentário sobre a solidez

Eu era um fantasma dentro da minha própria casa. Não que eu tivesse casa própria: pagava aluguel. Um quarto do aluguel. Não que eu tivesse um quarto: dividia. Não tinha muito dinheiro, ainda era um garoto. Não um garoto de aluguel: um garoto que alugava, um garoto que dividia. Era um garoto dividido. Repartido, na verdade. Eu era muitos pedaços, era fracionado: um quarto de solidão, um quarto de paixão, um de esperança e outro de desilusão. Fora o quarto do aluguel, obviamente. Mas esse eu não era. Esse eu pagava, dividia, repartia. Esse me quebrava. Esse me lembrava de que eu era um fantasma. Um fantasma sozinho em uma casa lotada. Não de todo sozinho: a paixão, a esperança, a desilusão, a goteira no chuveiro e a louça suja me acompanhavam. Sozinho eu não estava. Sozinho eu não era. Sozinho eu sonhava. E como sonhava! Não que eu dormisse muito, apenas sonhava. Sonhava com a solidão, sonhava com esperança. Sonhava até em dormir. E dormia sozinho. Mas não era sozinho, porque dormindo eu não era. Dormindo era fuga, e eu era era sonho. Eu era delírio. Eu era paixão, esperança, desilusão, goteira, chuveiro, louça, sujeira, fantasma, solidão. E de tudo que eu era, o que sobrou ainda sou, ainda tenho fantasmas e ainda ando só. Eu sonho.

9 comentários:

  1. eu tbm, tu ja me mandou ele? Hm

    mesmo assim, fabuloso!

    beeeijo

    ResponderExcluir
  2. eu disse que coloquei um texto antigo só pra abrir o blog... tománocu ¬¬'

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Não posso dizer que um é melhor que o outro, porque há superação em todos.
    Diria que é ESPLÊNDIDO, mas como ainda és iniciante, só vou dizer: MUITO BOM!

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. apesar de ser "antigo" eu o considero muito bom!!!!!
    e bem apropriado..
    Ótemo, babE! ;)

    e continue sonhando!
    eu acredito no teu potencial.

    ResponderExcluir
  7. Adorei, muito bom o texto e a emoção, o sentimento :D

    ResponderExcluir
  8. como é bonito o teu fantasma, meu caro

    ResponderExcluir